APRENDENDO A CORRER EM QUALQUER LUGAR DO MUNDO

A corrida além de ser uma atividade completa para os músculos ajuda a combater doenças, melhora o sono, aumenta a confiança e gera saúde e bem estar.
É um dos exercícios mais recomendados para o bem estar físico e mental, além de ser considerada uma atividade completa que envolve praticamente todos os músculos do corpo, é aliada na queima de gorduras e no aumento da massa muscular.

Segue abaixo os cinco maiores benefícios da corrida:

– Doenças são combatidas pela prática de atividade física regular.
– A liberação de endorfina, que beneficia a saúde e o bem estar.
– A corrida aumenta a autoconfiança e otimismo frente aos desafios que temos na vida.
– Melhora o sono e a recuperação dos esforços rotineiros.
– Após uma corrida, o sentimento de recompensa é frequente.

Correr não requer um equipamento especial, dá para praticar ao ar livre e ainda é uma ótima maneira de melhorar o fôlego e emagrecer.

Podemos ainda citar outros benefícios que a corrida proporciona:
O primeiro equipamento que pensamos quando queremos começar a correr é o tênis. É um forte aliado do corredor. No mercado, existem milhares de modelos que atendem a diversas necessidades e aos mais diferentes orçamentos. Além do amortecimento, devemos nos preocupar com o tipo de pisada, podendo ser neutra, supinada ou pronada.

Pernas torneadas e fortes: a musculatura dessa região é bem solicitada durante a corrida. Resultado: coxas firmes e panturrilhas trabalhadas. Em alguns meses é possível notar diferença.  O aumento de massa muscular, no entanto, é discreto, nada que se iguale a um treino de musculação. Mas, como a corrida também queima o excesso de gordura, a definição fica superevidente.

Ajuda na redução de peso: a corrida está no topo da lista dos exercícios que mais queimam calorias.  O valor exato, é claro, varia de acordo com o peso, a altura, a idade, o sexo e o passo de cada um.

Diferença entre correr na esteira e correr na rua:

 

Com finalidades diferentes, a primeira geralmente é praticada em casa ou nas academias e costuma ser indicada para os seguintes grupos: iniciantes, pessoas que estão acima do peso ou fazendo tratamento de lesão.

O treinamento na rua, por sua vez, é aconselhado quando o objetivo é melhorar o desempenho e se acostumar com o tipo de piso para as provas.
Correndo na rua, uma das forças físicas que estão atuando sobre você é a resistência do ar. E quanto mais rápido você correr, mais vai sentir essa resistência.

Segundo alguns estudos, quando você for correr na esteira, incline-a de 0,5 a 1,0% para aumentar a intensidade do exercício, e com isso equiparar a sensação de esforço que você tem na rua.

Assim como o treino na rua, a corrida na esteira também tem suas vantagens: amortecimento de impacto, menor chance de acidente, maior comodidade e se a atividade for feita dentro de uma academia, acompanhamento por parte dos treinadores.
A esteira também oferece um controle da velocidade perfeito, ou seja, você pretende correr num determinado ritmo e não oscilá-lo durante o treino. Também oferece a possibilidade de você se ver correndo, desde que a mesma esteja posicionada de frente para um espelho. Dessa forma, sua capacidade de corrigir movimentação dos braços e forma de abordar o solo aumenta e muito.

O atleta também consegue fugir de temperaturas extremas ou chuva muito forte fazendo com que ele não perca o treino.
Para corredores atarefados a esteira pode ser também uma solução, assim como para quem sofre de problemas relacionados a lesões.
Na esteira, existe o fato de ter um bom sistema de amortecimento. É uma atividade que pode evitar uma lesão a médio e longo prazo.

Espero que tenham gostado da coluna dessa semana! Lembrando que não existe idade e nem hora para começar a mudar os hábitos!
Quem tiver alguma dúvida é só me escrever pelos comentários.